Feeds:
Posts
Comentários

Archive for abril \24\UTC 2012

No penúltimo domingo visitei com a família a cachoeira toca de cima, em brumadinho. Nas rochas do Paraopeba, alem das belas águas, estava encravada uma forte lembrança: A morte do meu amigo Keudes.

Terrível contradição: As mesmas águas nos trazem paixões e nos leva amores.

Naquele feriado, as águas possibilitavam uma multidão receber gratuitamente centenas de peixes no bairro belo-horizontino chamado Bom Fim. Do outro lado da cidade, rumo a um fim não muito bom, as águas destruíram tudo.

Todavia no fim, nem as águas e nem esse mundo saem vencedores. O amor é mais forte que a morte e que as muitas águas, testemunhavam Salomão, e agora eu: Keudes permanece como um grande amigo e portentor de minha maior ternura.

Assim a chuva devasta e floresce. O remédio amarga e cura. A cruz mata e salva. O amigo beija e se vai. È a sexta de todas as paixões. Tão dolorida e tão rica de amor, vida e amizade.

Naquela tarde entendi que não me cabe ressentir-me da vida ou das águas. A mim só cabe brincar e talvez, com gratidão, sentir saudade.

Read Full Post »